Fenómeno de crescimento e participação! Agora não podemos parar!

Imagem
Mais de dois Milhões de membros! Um Universo que não pára de crescer e de se diversificar!
Chegados aqui... Temos de ir em frente!
E encontrar formas de corresponder ao interesse e ao entusiasmo desta multidão de rostos.

Por isso, estamos a lançar uma página nova.
Que assume com orgulho o nome de Descobrir Portugal - que fizemos, construímos e consolidámos ao longo destes dois anos no Facebook.
Até conseguirmos ter connosco mais de um MILHÃO de membros, espalhados por todos os cantos da Língua Portuguesa.

Do ala que se faz tarde! conservamos as memórias e os afectos de um blog que, neste curto período, registou mais de 6,5 milhões de visitas. Mas está na altura de iniciar uma nova caminhada fazendo apelo a novos recursos e potencialidades.

• E aí está owww.descobrirportugal.pt.Que quer continuar a contar com o vosso apoio e a vossa divulgação!


Aquilo que parecia uma brincadeira e um passatempo... tornou-se coisa séria. Precisamos agora de apoios e de suportes que garantam continuação, a…

Gostamos de Passear!


O que nós gostamos mesmo é de... Passear! 
Parar aqui ou ali para um copo, uma paisagem ou dois dedos de conversa...

Você, que ocasionalmente passou pelo Blogue ou a ele foi trazido pelos nossos links, perguntará: o que é que estes tipos sabem para ter um blogue com a ousadia de aflorar temas como Turismo, Produto Turístico ou Oferta Turística?
 (clique na imagem
para abrir)

Até dói saber que esta magistral campanha promocional foi realizada em plena Ditadura. E que, depois dela, quase só aquela pobreza - com laivos de rosqueirice - da escapadinha e um pobre e linear vá para fora cá dentro.
(clique na imagem
para abrir)

Dois milhões de rostos, de todas as margens de terra onde se sonha, ama, sofre, vive em Português. 
Um Universo que não pára de alargar, uma Roda de Amigos que não pára de crescer!
(clique na imagem para abrir)

Muita gente está a ler também:

Madredeus - "O Pastor"

"Carolina": O dueto magistral de Carminho com Chico Buarque

Madredeus - Ao longe o mar